17 de mai de 2012

Nietzsche Além do Ocidente - Fragmentos


NIETZSCHE

ALÉM DO OCIDENTE

Sem sentido metafísico Nietzsche quis superar o ser humano na sua expressão atual, em termos culturais, quis proceder além do Ocidente e de sua ingênua centralidade.
Esta é a perspectiva da qual Arcella observa o pensamento nietzschiano, a começar dos trabalhos filológicos até o pensamento fundamental que representou o caminho resoluto para Nietzsche se unir ao sentido do ser.
O autor apresenta um foco particular sobre a ideologia de deste pensador. Além de exprimir a possibilidade atual deste mesmo pensamento.
Utilizando uma análise histórico-cultural, onde Nietzsche é posto na linha de um pensamento coerente que, a partir dele, chega a Oswald Spengler, Ernst Jünger, Gottfried Benn e Julius Evola, autores que compartilham a visão de um futuro polissêmico privado de orientação e de um sentido que se baseia sobre o preconceito da universalidade das categorias.

"Com o potencial do conhecimento um organismo não se reforça, mas se enfraquece. Se fortalece ao contrário com uma atividade privada de conhecimento"
"O Perfeito conhecimento mata a ação: até, quando se refere ao conhecimento mesmo, ela mata a si mesma (...) Se eu tenho a finalidade de indicar as últimas razões de um respiro meu, terei que morrer antes de trazer este suspiro". (Nietzsche - Fragmentos póstumos)

Ficha Técnica:
Autor: Luciano Arcella
Gênero: Ensaio. Filosofia.
Formato: 14x21cm
Páginas: 170
Preço de Capa: R$28,00

Sobre o autor:
Luciano Arcella nasceu em Nápoles, Itália. É licenciado em Filosofia, com especialização em História da Arte Moderna. Trabalhou como adido cultural da Itália em Buenos Aires, Munich e Mogadishu (Somália).
Jornalista do diário “Linea” foi docente de “Movimentos Religiosos e Ideologias” na universidade de L´Aquila. Deu aulas também na L.M. Universitaet de Munich, na UFRJ, na UERJ, na UFF e na PUC do Rio de Janeiro. Atualmente é docente de Filosofia na universidade Del Valle de Santiago de Cali (Colômbia).