4 de set de 2015

A autora infantil Dal Conceição estreia na #BienalRio com o #livro 'Joãozinho e a Turma do Sorriso'

Antes da sua estreia na 

Bienal Rio 2015

a autora Dal Conceição  

abre o coração para os leitores!


Em que tempo da vida você descobriu a sua vocação para escrever?

Dal Conceição: Na adolescência.

O hábito de ler é a causa da revelação de muitos talentos literários que conhecemos.  Para você um livro pode ser lido várias vezes e interpretado de formas diferentes pelo mesmo leitor?

Dal Conceição: Sim, porque a vida é um eterno aprendizado, razão pela qual acredito que temos interpretações diferentes cada vez que lemos.

Alguns escritores criam suas histórias a partir de observações ou inspirações. Você poderia nos contar como acontecem suas criações literárias?

Dal Conceição: As vezes, por simples inspirações, outras me baseio nas histórias que vivencio.

 Frequentemente ouvimos dizer que um livro pode mudar a vida de uma pessoa. O que você pensa sobre isso?  

Dal Conceição: Tudo que nos toca a fundo, nos transforma. Com o livro não poderia ser diferente, se tocar a fundo, vai mudar.

Em relação ao seu livro o que ele tem de especial para proporcionar aos leitores?

Dal Conceição: A observação no poder que a criança tem de entrar no mundo da fantasia e tirar dela ensinamentos para toda  a vida.

 Você está entre os autores participantes da XVII Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro, o que esse momento significa para você?

Dal Conceição: Um momento mágico, momento de poder dizer ao leitor de modo amplo, o muito de mim que há no que escrevo, nessa interação.