22 de set de 2015

Entrevista com a poetisa e escritora Lieda Sobrosa

 O BLOG DA EDITORA MUIRAQUITÃ
Entrevistou Lieda Sobrosa, poetisa e escritora.

1)  Em que tempo da vida você descobriu a sua vocação para escrever?
Aos 15 anos de idade, quando comecei a escrever poesias  e um Diário.

2)  O hábito de ler é a causa da revelação de muitos talentos literários que conhecemos.  Para você um livro pode ser lido várias vezes e interpretado de formas diferentes pelo mesmo leitor?
Sim, pois a compreensão das coisas, pelo leitor, transforma-se com o passar do tempo.

3)  Alguns escritores criam suas histórias a partir de observações ou inspirações. Você poderia nos contar como acontecem suas criações literárias?
A inspiração para minhas criações literárias, vem de um mundo infinito de observações e interpretações da realidade, dos ideais, das emoções, das vivências pessoais. A inspiração é um presente que se recebe para ser distribuído à humanidade. A inspiração é um mistério que surge de repente, transforma, eleva e estimula o ser humano a buscar o que está oculto das outras pessoas, acrescenta algo e bom  ao que existe, e inspira outros seres humanos na sua caminhada por este mundo!

4)  Frequentemente ouvimos dizer que um livro pode mudar a vida de uma pessoa. O que você pensa sobre isso?
Eu penso que um livro pode mudar a vida de uma pessoa, para melhor, quando esse livro é inspirado por Deus!

5)  Em relação ao seu livro, o que ele tem de especial para proporcionar aos leitores?
Eu tenho a expectativa de que o meu livro "O Templo", ao participar da XVII Bienal Internacional do Livro, seja descoberto pelos leitores, pois contém Mensagens de otimismo, paz, amor e reflexões para um viver mais feliz!

6)  Como foi estar entre os autores participantes da XVII Bienal Internacional do Livro do Rio de
Janeiro e o que esse momento significou para você?
Sinto-me imensamente feliz por ter a honra e o privilégio de participar de um Evento tão importante como esse, que é a Bienal do Livro, momento em que o Livro recebe as homenagens que merece, pelo seu imprescindível e infinito valor nas  transformações sociais e na evolução da humanidade!



Lieda Sobrosa entre as autoras Mariza Magalhães e Roberta Souza.