6 de set de 2015

Terça-Feira tem MENINAS DE TRINTA na #BienalRio


Dados Técnicos:
Autora: Roberta de Souza
ISBN: 978-85-7543-125-2
Formato de Bolsa
Preço de capa: R$15,00
Vendas: editora.muiraquita@gmail.com





Roberta de Souza coloca luz sobre personagens que permeiam nosso cotidiano e, de uma maneira muito divertida, revela ao leitor aquela amiga desajeitada, o tio do interior que oscila entre a sanidade e a demência, o cafajestezinho insistente da noitada. Ela também traz à tona uma figura muito presente na vida da mulher, seu alter-ego, crítico, ácido, honesto e enlouquecido!





ENTREVISTA COM   A AUTORA ROBERTA SOUZA

Em que tempo da vida você descobriu a sua vocação para escrever?
Sempre fui apaixonada por leitura, ao longo da vida fui me envolvendo mais e mais com o universo literário. Até que um dia resolvi criar coragem e mostrar para o mundo minha escrita, meus conteúdos, minha personalidade literária.

O hábito de ler é a causa da revelação de muitos talentos literários que conhecemos.  Para você um livro pode ser lido várias vezes e interpretado de formas diferentes pelo mesmo leitor?
Claro! O ambiente externo pode influenciar demais uma leitura. O momento em que vivemos, principalmente.

Alguns escritores criam suas histórias a partir de observações ou inspirações. Você poderia nos contar como acontecem suas criações literárias?
Resposta: Bom. O Meninas de 30 nasceu com a ideia de desafogar mágoas e complexos. Foi um meio de "exorcizar" meus monstros particulares. E, ao tomar forma, agregou histórias e "monstros" de muitas balzaquianas que viviam momentos semelhantes aos meus. E deu super certo. Todas as meninas de 30 que lera se identificaram demais com as histórias.
  
Frequentemente ouvimos dizer que um livro pode mudar a vida de uma pessoa. O que você pensa sobre isso?  
Concordo! Pode ser fonte de inspiração, força, motivação... Pode ser o toque ou o empurrão que precisamos para modificar nossas vidas. As palavras têm poder, muito poder. E um livro pode ser uma fonte inesgotável de suprimentos psicológicos e emocionais. É lindo quando vejo que posso tocar alguém bem distante de mim fisicamente, quando esta pessoa se envolve na leitura de meus livros.

Em relação ao seu livro o que ele tem de especial para proporcionar aos leitores?
O Meninas de 30 foi criado para afagar pessoas que, como eu, vivia a "crise dos 30". No livro amores, amizades, encontros e desencontros foram os matizes das histórias. A ideia foi fazer um livro leve, descontraído para retratar a face das novas balzaquianas do século XXI.

Você está entre os autores participantes da XVII Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro, o que esse momento significa para você?
Realização! Apresentar o próprio livro ao mundo literário é o ponto alto de toda a trajetória de qualquer escritor!